Comunidade e inovação externa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest

Uma das coisas mais importantes que eu aprendi, tanto no estudo do Design, quanto no estudo do Marketing, foi a necessidade de entender o público!⠀

Em um projeto de Design, por exemplo, é fundamental entender para quem estamos projetando algo. Não se trata de gostos e preferências pessoais do cliente ou tão pouco do designer que está trabalhando no projeto, e sim daquilo que irá comunicar e dialogar com o público que o receberá. ⠀

No Marketing é a mesma coisa: oferecer um produto ou serviço sem conhecer o público é dar um tiro no escuro! Existem diferentes formas de se fazer isso: desde as mais sofisticadas (grupos focais, pesquisas encomendadas…) até as mais simples e acessíveis (uma conversa informal com alguns clientes, pesquisa nas mídias sociais…).⠀

Tudo isso vai te ajudar a entender melhor para quem você está oferecendo algo e o que essas pessoas desejam.⠀

Também existe uma tendência cada vez mais comum nas organizações chamada de Inovação Externa.⠀

O modelo tradicional de inovação tinha um fluxo determinado: partia das empresas e ia para o mercado. A inovação vinha de dentro, através de grandes equipes de pesquisa e desenvolvimento.⠀

Hoje, a tendência é um modelo horizontal, de conexão. Cada vez mais, as organizações buscam se conectar com comunidades de consumidores para entenderem suas demandas e, a partir daí, gerarem novas oportunidades. Agora, o mercado fornece as ideias e as empresas buscam meios de torná-las viáveis, devolvendo-as a ele em forma de serviços ou produtos. ⠀

Tudo isso só é possível se elas conhecerem, entenderem e dialogarem com sua comunidade!



Estou com um canal no Telegram no qual (quase) diariamente eu compartilho conteúdos sobre marketing, design, inovação e coisas afins.

Quer participar? https://t.me/canaldokaiky